A falta do Dom

Dom Fontinelli – Sonhador, Compositor, Fotógrafo e Amigo..

Dom (2008)

Dom (2008 – Parque da Lagoa)

Têm pessoas que aparecem na vida da gente e deixam aquele vazio quando se vão. Eu tive o prazer de conhecer uma delas, foi o Dom Fontinelli (Manoel Luis de Souza), pessoa singular, que acreditava em seu sonho e apesar de todas as adversidades estava sempre alegre e confiante, contando seus ‘causos e piadas’, criando belas canções e registrando imagens como ninguém

 

Dom (2003 – Inauguração do Gabirabão Eventos)

Dom (2003 – Inauguração do Gabirabão Eventos – Banda Kalafat)

Hoje muita gente se auto intitula ‘fotógrafo’. Compra uma câmera, ‘deixa’ no modo automático e já sai fazendo books, e isso, sem entender o que é ISO, Diafragma, Obturador, Composição, entre outras coisas… Embora hoje esteja muito fácil de fotografar, com as novas câmeras digitais e os smartphones que fazem fotos cada vez mais nítidas, ainda assim em muitos momentos fica faltando a emoção e a sensibilidade de capturar aquele momento especial, aquele milésimo de segundo que faz toda a diferença… Dom Fontinelli fazia isso como nínguem… coisa que estava no sangue, pois comprovamos isso com o legado herdado por sua filha Manuella Luana que continuou brilhantemente.

 

Dom (2003 – Natal dos Pobres com Edigar Mão Branca)

Dom era sonhador,  suas músicas eram obras primas, cheias de significados e sentimentos… que ficaram registradas por vários interpretes a nível nacional como Targino Gondim, Adelmário Coelho, Gilberto Gil, Flávio José entre outros…

 

Dom (2004 – Margareth Menezes)

Na minha formatura que ocorreu em março/2017 pode fazer uma homenagem a ele, através da música Cidadão Comum de sua autoria..

 

Confira a montagem que fiz clicando no play

 

 

E mexendo nos meus arquivos encontrei um comercial que ele gravou para mim em 2005… massa d+ (o telefone continua o mesmo)

 

 

Eu tive a oportunidade de trabalhar um bom tempo com ele, seja gravando suas composições, arrumando o seu pc, editando dvds, vídeos e fotos, sempre foi um aprendizado… e mesmo quando eu demorava pra chegar (vida de técnico de informática rsrsrs), ele ligava dizendo… ‘O iscumungado tú tá vindo de jegue é?’, e eu falava “Já tô subindo”… e ele ‘Subindo que ladeira? Rsrsrsrs

III Encontro de Mulheres – 2009 (Caatiba)

2005 – São João de Itapetinga

Ele fazendo a filmagem no niver de minha filha em 2005 (com Jaira). E só pra constar a primeira foto de Elis quem tirou foi ele..

 

Saudades daquele ‘cabra da peste’….

 

Letra: Cidadão Comum

Compositor: Dom Fontinelli

 

Sou um sujeito
Pacato nordestino
Acredito até mesmo no destino
Posso até ser chamado sonhador
Acredito em tudo que eu quero
Apostei tudo em mim e considero
Que o opositor é um perdedor
E assim vou seguindo a minha sina
Sou um forte de alma nordestina
Obrigado a sair lá do sertão
Acredito em tudo que eu faço
Se deixei minha terra
É porque acho que não sou
Só um simples cidadão

E você me vem
Com esse preconceito
Pode despistar
Que eu não aceito
Pois eu nasci lá
E não sou mais um
Sem ter importância
Cidadão Comum

Se não fosse
Essa seca que atormenta
Expulsando de lá
Toda essa gente
Nos tornando um povo sofredor
Como é que vivia o paulistano
Sem contar com a força do baiano
Que sem dúvida
É um bom trabalhador
Se o nordestino tivesse cuidado
E escolhesse um governante arretado
Que investisse um pouquinho no sertão
Queria ver se o Rio e São Paulo
Sem contar com os maus remunerados
Se não iriam cair na depressão

 

Confira um artigo publicado no Jornal Dimensão que conta um pouco mais sobre sua trajetória, disponível em http://dimensaojornal.com.br/dom-fontinelli/

Deixe seu Comentário